Urinar nas calças é a nova campanha das feministas

Nós já sabíamos que o movimento feminista é algo totalmente ridículo, mas seu novo tipo de protesto supera todos os outros.

Veja Também: Os Seis Conservadores mais influentes e poderosos do mundo

E Mais: 10 Motivos para fazer um curso Online

feminista retardada

Várias feministas do mundo todo fizeram xixi nas calças para combater a “desigualdade” e o patriarcado. Algumas delas ainda disseram que esse ato é uma forma de solidariedade com as mulheres que foram estupradas. Alegando que muitas mulheres defecam e fazem xixi no momento do estupro.

Mas vamos deixar bem claro, solidariedade com as vítima de estupro é garantir a justiça com Pena de Morte para os estupradores, e não sair por aí fazendo xixi nas calças.

Anúncios

21 comentários sobre “Urinar nas calças é a nova campanha das feministas

  1. Primeiramente bom dia. Eu conheço o movimento feminista pois uma das minhas melhores amigas faz parte dele. Vejo aqui pelo texto que, definitivamente, o autor não sabe o que significa o feminismo e usa o post de uma garota que mija nas calças e diz que faz isso por igualdade para atribuir tal ato ao movimento, ou seja, usa de um ato fajuto de uma garota que, pode ser que esteja usando disso pra zuar nas redes sociais (como sabemos que há adolescentes que fazem isso) e usa como golpe baixo para criticar o movimento. Aí surge a questão, caro amigo: você sabe o que prega o feminismo? Não sabe? Então não critique, por favor.

    Curtir

      1. Primeiro, eu não sou FEMINISTO. Veja que no meu texto eu não to esticando a bandeira feminista, mas criticando o ato de atacar uma ideologia da qual o autor não conhece. Eu sempre faço isso, mesmo que a pessoa siga a minha própria ideologia mas ataca as outras usando as dela sem que tenha um argumento consistente. Então, por favor, leiam melhor o texto e depois conversamos.

        Curtir

    1. Amigão, você não conhece o movimento porque conhece alguém que supostamente faz parte dele. Se conhece um movimento por estudar e estar engajado no mesmo. Me cute 5 grandes feministas e seus feitos e lutas que aí eu digo que você conhece. Até lá vai mijar nas calças vai.

      Até porque, mal sabe você que #pissforequality foi uma hashtag troll lançada por um grupo de haters de feministas.

      Curtir

      1. Peço desculpas, pois o erro do meu texto foi ter falado que devido à minha amiga que conheço o movimento. Na verdade eu conheço o movimento pelas líderes da militância (sendo essa minha amiga líder também) e, em todas as vezes, elas me disseram que não é nada disso aí esse movimento. Existe gente (assim como o autor do texto) que usa de fatos nada consistentes para criticar o movimento, em vez de respeitar a ideologia e seguir por si só. Todas elas me disseram que o movimento existe pois elas têm umas às outras e qualquer ataque da sociedade (tipicamente tradicionalista) elas se defendem entre si. Mas, infelizmente, sempre tem um pra distorcer a ideologia. Isso não aparece apenas para o feminismo, mas para quaisquer que sejam.

        Curtir

      1. Belo argumento, cara, parabéns! Vou aproveitar do seu pouco argumento pra discutirmos: o primeiro erro já começa pelo fato de vc atribuir uma militância que não sigo (uma vez que sou homem e não tem como seguir). Pelo visto você não percebeu que eu to LEVANTANDO UMA QUESTÃO, não defendendo uma militância, uma vez que é comum observarmos pessoas criticando ideologias que elas não conhecem. Veja que o autor usou uma hashtag de hater do movimento e transformou isso em verdade para atacar uma ideologia em vez de a deixar seguir, o que mostra que não é um homem de respeito, assim como eu que respeita qualquer tipo de ideologia mesmo sendo contra algumas. Mas tá, voltando no seu primeiro erro do seu pouco argumento: tipicamente eu levanto certas questões de críticas de ideologia, mesmo que uma pessoa seja a favor da minha, mas não gosto de argumentos que sejam vagos e destituídos de provas, como está acontecendo nesse texto. Eu sou da umbanda e já questionei um da mesma linha por atacar um evangélico com argumentos nada consistentes. Eu não tolero esse tipo de coisa. Eu não estou em nehum momento no texto esticando a bandeira “eu sou feminista”, mas deixei claro que conheço o movimento (apesar de muito vago o argumento, pois não é só devido à minha amiga que conheço, é com base em estatística das pessoas que são cabeças do movimento) e que respeito, mas não carrego a bandeira. Outra falha de argumento no seu texto, meu caro, é que eu não sou castrado, muito pelo contrário, causo orgasmo em boa parte das mulheres que já comi. Não sei quanto a você. Bom, pelo jeito não, pois o seu pequeno argumento mostra que você é um ser ignorante e, então, conhece sequer sobre mulheres. Então se você não respeita uma ideologia, aqui quem não tem moral pra falar é você. Um abraço.

        Curtir

    2. Rapaz, se o feminismo fosse essa coisa bonitinha que o movimento diz ser, aqui no Brasil, seria algo realmente pra ser apoiado. Só trogloditas e pessoas que viveram na metade do século passado, e nem todas, não apoiam essa ascensão das mulheres. Porém o movimento aqui no Brasil, ao menos na maior parte, quase 90% das pessoas que apoiam se igualam aos que postaram a foto do vestido que “muda de cor”, tá na moda, é a “tendência” do momento. Não há seriedade no feminismo no Brasil. Nunca vi nenhuma feminista brasileira, e tenho amigas que são, com um discurso como da Emma Watson, embaixadora da Boa Vontade da ONU mulheres, que falava tanto da preocupação com as mulheres, quanto com os homens. Feminismo aqui não é igualdade, é superioridade, assim como o machismo, que é outra corrente idiota. Enquanto for chamado de MACHIsmo e FEMINIsmo, nunca dará certo, nunca terá apoio total. O certo deveria ser IGUALItarismo.

      Curtir

      1. Bom, realmente o certo seria defender o igualitarismo. Mas a questão é que ainda existe uma sociedade tradicionalista que subestima as mulheres. Esse último argumento de tentar ser superior, de acordo com as estatísticas da minha pesquisa sobre o assunto (conforme as líderes do movimento) não existe na teoria do movimento. Mas há sempre aquelas que distorcem e usam isso como bandeira. Te dou toda razão quando diz que ” porém o movimento aqui no Brasil, ao menos na maior parte, quase 90% das pessoas que apoiam se igualam aos que postaram a foto do vestido que “muda de cor”, tá na moda, é a “tendência” do momento. Não há seriedade no feminismo no Brasil.” mas isso não é o ponto principal das origens do movimento.

        Curtir

  2. O engraçado é que elas se sentem responsáveis por todas as conquistas das mulheres…rs mas até agora não vi nenhuma delas ir para a Síria, Irã, Afeganistão libertar aquelas coitadas das coleiras, pq lá sim as mulheres são oprimidas e tratadas como um cão, ou pior.

    Curtir

  3. Feminismo: nada mais é que um movimento misândrico disfarçado de luta por igualdade. As mulheres aqui no Brasil já possuem OS MESMOS direitos que os homens, e até mais. Feminismo fazia sentido quando as mulheres não tinham direitos, hoje nada mais é que um movimento misândrico. Quem discorda eu desafio a mostrar um direito que a mulher não tenha e que o homem tenha (Lembrando que o contrário eu mostro). Abrçs.

    Curtir

  4. o movimento feminista que mais aprecio é o movimento dos quadris delas. Só acredito que seja coisa séria quando aparecerem feministas exigindo serviço militar obrigatório para mulheres e aposentadoria com 35 anos de trabalho , igual aos homens , e não apenas 30 anos .

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s